Município reforça assistentes operacionais nas escolas e entrega kits de material escolar aos alunos
Município reforça assistentes operacionais nas escolas e entrega kits de material escolar aos alunos
15-09-2022

O Vereador da Educação da Câmara Municipal, Dr. Pedro Ribeiro, referiu esta manhã, na Reunião de Câmara, que na passada segunda-feira, dia 12 de setembro, foram colocados em várias escolas do concelho 26 assistentes operacionais, resultado do último concurso lançado. Além disso, adiantou que na próxima segunda-feira, dia 19 de setembro, serão colocados mais assistentes operacionais, resultado de uma reserva de recrutamento.

Na próxima segunda-feira, o Executivo Municipal entregará também os kits escolares aos alunos do ensino público e privado. Uma oferta composta por material escolar - três cadernos, um estojo, dois lápis, três canetas, uma afia, uma borracha, uma cola, régua e tesoura, uma caixa de 12 lápis de cor e uma caixa de 12 marcadores coloridos. Além disso, cada aluno do Pré-Escolar receberá um bibe e um panamá.

O Vereador da Educação adiantou também que 'o Município está atento aos problemas que ainda possam existir em relação às refeições escolares nas escolas', estando a melhorar, a cada dia, o circuito de comunicação e de reporte de problemas com a empresa.

Como exemplo, informou que, regularmente, são realizadas reuniões de articulação, seja em relação à qualidade das refeições ou à quantidade servida aos alunos, como também sobre queixas ou sugestões que surgem por parte das famílias ou associações de pais.

De realçar que, desde janeiro de 2022, todos os refeitórios escolares ficaram abrangidos no concurso público internacional de refeições escolares estabelecidos pelo Município de Viseu com a empresa.

'O feedback que tivemos no final do ano letivo anterior por parte dos diretores das escolas foi francamente positivo e de intenção de continuidade do sistema. Aliás, referiram também que a empresa se adapta bem às necessidades específicas de cada escola', acrescenta o Vereador.

Em relação aos manuais escolares e livros de fichas, o Presidente da Câmara esclareceu, ao longo da Reunião de Câmara, que 'houve uma redução ao nível do investimento nos manuais escolares e livros de fichas, contundo não estamos a falar de nenhuma desvalorização da área educativa. Estamos é a procurar realocar investimento noutras áreas necessárias, nomeadamente no reforço de equipamentos e de capacidade informática nas escolas do Pré-Escolar e do 1º Ciclo'.